Bio Menu

Busca

Sobre o blog

Alimentar-se representa muito mais que apenas ingerir carboidratos, lipídios, proteinas, vitaminas e minerais. Significa relação social, afinal as pessoas comemoram, prazer, indulgencia etc. Neste Blog temos por objetivo discutir todas as faces dos nutrientes e como podemos estabelecer uma ingestão alimentar saudável sem abrir mão do prazer. Com isso pretendemos propor a você pequenas mudanças que farão diferenças importantes na sua vida, venha conosco.

Categorias

Histórico

03/04/2012

Nutrição, prevenção e tratamento do Câncer

O câncer é a segunda doença com maior mortalidade nos EUA atualmente. Aqui no Brasil, não é diferente. Hábitos de vida saudáveis como praticar exercícios físicos, não fumar, alimentar-se corretamente, manter um peso saudável, proteger-se do sol, podem evitar quase metade dos cânceres nos EUA, segundo um estudo publicado recentemente na revista Science Translational Medicine.

Aqui,  aproveito para destacar as recomendações alimentares sugeridas pelo Dr. Patrick Quillin, PhD, nutricionista americano que trabalha na recuperação de pacientes com câncer:

1)      Use alimentos pouco processados. Assim evitamos o uso excessivo de aditivos alimentares, excesso de açúcar, sal, gordura e perda de nutrientes com o processamento. Além de economizarmos, pois os alimentos industrializados custam mais.

2)      Expanda seus horizontes.  Coma de forma mais variada possível. Use os alimentos da estação que têm custo menor e estão no auge das suas características organolépticas (cor, aroma e sabor). Assim evitamos excesso de alimentos alérgenos e temos menor risco de desenvolver alguma deficiência nutricional, mesmo daqueles nutrientes que ainda não são totalmente conhecidos.

3)      Comer em quantidades pequenas e com mais frequência. Lautas refeições surgiram com o advento da industrialização. Esse padrão alimentar frequente e com menores volumes facilita o controle glicêmico, reduzindo risco de doença cardíaca, diabetes, obesidade e alterações de humor.

4)      Evite os “alimentos-problema”.  Ricos em açúcar, sal, cafeína, álcool, carnes processadas.

5)      Aumente o consumo de alimentos ricos em nutrientes.  Legumes frescos, grãos integrais, fruta, carnes magras e água. Iogurte magro pode ser um produto muito interessante se não houver problemas com a digestão da lactose.

6)      Mantenha não só um peso saudável, mas uma composição corporal igualmente adequada. Saiba sua porcentagem de gordura, e se ela está compatível com sua idade e grau de atividade física.

Bibliografia:

Quillin P. Beating cancer with nutrition. Nutrition Times Press, INC.  Carlsbad. 2011.

Colditz G et al. Applying what we know to accelerate cancer prevention.Sci  Transl Med 2012. Mar 28; 4(127):127rv4.

 

Por Patrícia L. C. Ferraz às 11h09

Ir para UOL Ciência e Saúde

Sobre os autores

Ana Carolina Garcia

Graduação em Nutrição - USP, especialista em Nutrição Aplicada ao Exercício Físico pela Escola de EEFE - USP e especialista em Nutrição Humana Aplicada e Terapia Nutricional pelo IMeN. Nutricionista da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Antonio Herbert Lancha Jr.

Graduação em Educação Física – USP Especialização em Fisiologia do Exercício – UNESP Mestrado e Doutorado em Nutrição Experimental – USP Pós- Doutorado em Medicina Interna – Washington University Professor Titular de Nutrição Aplicada à Atividade Física – USP Coordenador do Grupo de Nutrição do Vita Diretor da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Camila Freitas

Graduação em Nutrição - USP

Pós-Graduação em Gastronomia

Responsável pela área de nutrição das academias Reebok (SP)

Nutricionista da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Carla di Pierro

Graduação em Psicologia - PUC SP

Especialização em Psicologia do Esporte - Instituto Sedes Sapientiae

Especialização em Clínica Analítico Comportamental - Núcleo Paradigma

Aprimoramento em Terapia Comportamental Cognitiva - Amban HCFMUSP

Psicóloga da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Desire F. Coelho

Graduação em Nutrição - Centro Universitário São Camilo

Graduação em Esporte - USP

Mestrado em Educação Física - USP

Doutoranda pelo Instituto de Ciências Biomédicas - USP

Aprimorando em Transtorno Alimentar pelo AMBULIM HC-FMUSP

Nutricionista da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Luciana O. P. Lancha

Graduação em Nutrição e Esporte – USP Mestrado em Bioquímica – UNICAMP Doutorado em Ciências Biomédicas - USP Nutricionista da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Luiz Augusto Riani Costa

Graduação em Medicina – UNICAMP

Pós-graduação em Medicina Esportiva e Fisiologia do Exercício – USP

Doutorando em Fisiopatologia – EEFE/HCFMUSP

Diretor Clínico do setor de Cardiologia dos Laboratórios

Diagnósticos da América (DASA)

Fisiologista do Vita

Médico da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Marco D. Leme

Graduação em Nutrição - Centro Universitário São Camilo

Graduação em Eng. de Alimentos - Instituto Mauá de Tecnologia

Nutricionista do Grupo de DOR - IOT HCFMUSP e da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Patrícia Campos-Ferraz

Graduação em Nutrição – USP

Mestrado em Ciências dos Alimentos – USP

Doutorado em Biologia Funcional e Molecular pela UNICAMP

Nutricionista da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Renata C. Sardinha

Graduação em Nutrição - Centro Universitário São Camilo. Nutricionista do Bio Menu Congelados Saudáveis


Rodrigo Ferraz

Graduação em Educação Física - USP

Especialização em Treinamento Desportivo - UNIFESP/EPM

Especialista em Prevenção de Lesão e Treinamento em Pacientes Oncológicos

Preparador Físico da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida