Bio Menu

Busca

Sobre o blog

Alimentar-se representa muito mais que apenas ingerir carboidratos, lipídios, proteinas, vitaminas e minerais. Significa relação social, afinal as pessoas comemoram, prazer, indulgencia etc. Neste Blog temos por objetivo discutir todas as faces dos nutrientes e como podemos estabelecer uma ingestão alimentar saudável sem abrir mão do prazer. Com isso pretendemos propor a você pequenas mudanças que farão diferenças importantes na sua vida, venha conosco.

Categorias

Histórico

09/05/2011

Transição entre o aleitamento materno e a introdução de novos alimentos

A partir do 6 ° mês de vida, devemos começar a introduzir a alimentação aos bebes que foram amamentados exclusivamente até esse período. Primeiramente, devemos oferecer pequenas quantidades de alimentos duas vezes por dia, começando pelas frutas amassadas e sucos, passando para a alimentação salgada. Na alimentação salgada, devemos começar por alimentos livres de glúten, como arroz e batata, amassados. Sopinhas feitas com caldo de carne ou frango. Depois do 7-8 mês, evoluímos para alimentos com farinha de trigo, tais como bolachas, pães e biscoitos. Duas ou três colheres de sopa de vegetais ou de cereais, 1 / 4 xícara de suco de fruta, e a fórmula ou leite materno para complementar. Um bebê nessa idade necessita de cerca de 800 ml para garantir a quantidade de proteína adequada, mas ainda tem espaço suficiente para frutas, cereais e legumes.

Os bebês mais velhos (9-12 meses) devem comer maiores quantidades de alimentos sólidos, 3 vezes ao dia e um pouco menos de fórmula ou leite materno (450-700 ml).

Permita com que o bebê decida o quanto quer comer. Nunca force ou incentive um bebê a comer mais do que ele tem vontade.

Com 8 a 10 meses os bebês já podem consumir cereais mistos amassados, gema de ovo cozida e amassada, biscoitos e bolachas e queijo cottage. Pequenos pedaços de carne de frango, carne vermelha moída também são introduzidos.

Existem alguns alimentos que podem causar alergias e ou intoxicações, tais como clara de ovo, mel, pescados, entre outros. Esses alimentos devem ser introduzidos após 1  ano de idade, separadamente, em pequenas quantidades.

 

Maiores informações:

 

Feeding and nutrition of infants and young Children. Guidelines for WHO European Region. N° 87.

 

 

 

Por Patrícia Oliveira às 15h31

CURSO DE SUPLEMENTAÇÃO NUTRICIONAL

   No dia 07 de junho terá início a 4a edição do nosso Curso de Suplementação Nutricional no Esporte.

   Ele será realizado às 3as e 5as, das 19h00 às 22h00, na Escola de Educação Física e Esporte da USP.

   Maiores informações no site: http://www.eefe.usp.br/?curso_extensao/mostrar/id/6

   ou pelo telefone (11) 3091-3182

 

   Nos vemos lá!

 

 

 

 

Por Desire F. Coelho às 11h59

Ir para UOL Ciência e Saúde

Sobre os autores

Ana Carolina Garcia

Graduação em Nutrição - USP, especialista em Nutrição Aplicada ao Exercício Físico pela Escola de EEFE - USP e especialista em Nutrição Humana Aplicada e Terapia Nutricional pelo IMeN. Nutricionista da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Antonio Herbert Lancha Jr.

Graduação em Educação Física – USP Especialização em Fisiologia do Exercício – UNESP Mestrado e Doutorado em Nutrição Experimental – USP Pós- Doutorado em Medicina Interna – Washington University Professor Titular de Nutrição Aplicada à Atividade Física – USP Coordenador do Grupo de Nutrição do Vita Diretor da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Camila Freitas

Graduação em Nutrição - USP

Pós-Graduação em Gastronomia

Responsável pela área de nutrição das academias Reebok (SP)

Nutricionista da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Carla di Pierro

Graduação em Psicologia - PUC SP

Especialização em Psicologia do Esporte - Instituto Sedes Sapientiae

Especialização em Clínica Analítico Comportamental - Núcleo Paradigma

Aprimoramento em Terapia Comportamental Cognitiva - Amban HCFMUSP

Psicóloga da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Desire F. Coelho

Graduação em Nutrição - Centro Universitário São Camilo

Graduação em Esporte - USP

Mestrado em Educação Física - USP

Doutoranda pelo Instituto de Ciências Biomédicas - USP

Aprimorando em Transtorno Alimentar pelo AMBULIM HC-FMUSP

Nutricionista da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Luciana O. P. Lancha

Graduação em Nutrição e Esporte – USP Mestrado em Bioquímica – UNICAMP Doutorado em Ciências Biomédicas - USP Nutricionista da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Luiz Augusto Riani Costa

Graduação em Medicina – UNICAMP

Pós-graduação em Medicina Esportiva e Fisiologia do Exercício – USP

Doutorando em Fisiopatologia – EEFE/HCFMUSP

Diretor Clínico do setor de Cardiologia dos Laboratórios

Diagnósticos da América (DASA)

Fisiologista do Vita

Médico da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Marco D. Leme

Graduação em Nutrição - Centro Universitário São Camilo

Graduação em Eng. de Alimentos - Instituto Mauá de Tecnologia

Nutricionista do Grupo de DOR - IOT HCFMUSP e da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Patrícia Campos-Ferraz

Graduação em Nutrição – USP

Mestrado em Ciências dos Alimentos – USP

Doutorado em Biologia Funcional e Molecular pela UNICAMP

Nutricionista da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Renata C. Sardinha

Graduação em Nutrição - Centro Universitário São Camilo. Nutricionista do Bio Menu Congelados Saudáveis


Rodrigo Ferraz

Graduação em Educação Física - USP

Especialização em Treinamento Desportivo - UNIFESP/EPM

Especialista em Prevenção de Lesão e Treinamento em Pacientes Oncológicos

Preparador Físico da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida