Bio Menu

Busca

Sobre o blog

Alimentar-se representa muito mais que apenas ingerir carboidratos, lipídios, proteinas, vitaminas e minerais. Significa relação social, afinal as pessoas comemoram, prazer, indulgencia etc. Neste Blog temos por objetivo discutir todas as faces dos nutrientes e como podemos estabelecer uma ingestão alimentar saudável sem abrir mão do prazer. Com isso pretendemos propor a você pequenas mudanças que farão diferenças importantes na sua vida, venha conosco.

Categorias

Histórico

30/05/2010

Treinando o seu corpo para queimar gordura

Quando queremos emagrecer, esperamos fórmulas milagrosas, alimentações mágicas, remédios, vitaminas, suplementos, exercícios sobrenaturais, enfim, algo que exija o mínimo de empenho de nossa parte e que nos faça perder gordura. Quanto mais se estuda, mais se percebe que o emagrecimento depende do esforço e dedicação de quem o procura.

Irei relatar informações que existem há décadas, porém muitos ainda não foram capazes de colocá-las em prática. Na década de sessenta, pesquisas lideradas pelo Doutor John O. Holloszy nos fez entender melhor a mecânica de queima de gordura durante a atividade física aeróbica (caminhada, corrida, bicicleta e natação, por exemplo). Nosso corpo funciona como um motor flex, consegue produzir energia com gordura e/ou carboidratos. O que Holloszy mostrou foi que, quanto mais expomos o nosso organismo a estímulos aeróbicos de longa duração, mais ele se adapta para queimar gordura. Como se o motor flex passasse, por livre e espontânea vontade, a dar preferência em consumir apenas um tipo de combustível, mesmo tendo os dois combustíveis à sua disposição. Mais interessante ainda foi que este consumo maior de gorduras acontecia durante e após a atividade física; isso significa que a queima de gordura passa a ser maior 24h por dia.

Pesquisas mais recentes procuraram então, descobrir quanto tempo é necessário treinar atividades físicas aeróbicas por dia para que esta adaptação ocorra em nosso organismo. No ano passado o American College of Sports Medicine, uma das mais renomadas instituições mundiais em pesquisas na área de atividade física, publicou um artigo recomendando treinar 250 a 300 minutos semanais para promover o emagrecimento e manutenção de peso. Se pensarmos em dias, devemos treinar aproximadamente 40 minutos todos os dias. Será que os sedentários são capazes de fazer todo este esforço logo de cara?

 Não é indicado para pessoas sedentárias, principalmente aos obesos, começarem um programa de treinamento com tamanho volume (tempo). Uma vez começado, necessitamos de aproximadamente três meses para adaptarmos nossos aparelhos osteo-muscular e cardíaco aos impactos e esforços gerados pelo treinamento. Por isso precisamos de paciência para começarmos de forma lenta e gradativa e de um profissional de educação física que irá prescrever, de forma individualizada, a evolução deste treinamento. O maior índice de desistência nos programas de treinamento para emagrecer acontece nestes três primeiros meses; isso não é mera coincidência.

Portanto, comece devagar e dê um prazo, de no mínimo três meses, para atingir tempos de treino próximos ao pedido de 250 a 300 min. semanais. Consulte um nutricionista para adequar a sua alimentação e tenha paciência, pois uma vez que seu motor começar a queimar gordura, ele vai se “viciar” neste combustível e você “emagrecerá até dormindo.”

Bons treinos.

Rodrigo Ferraz

Referências (para saber mais):

Biochemical Adaptations in Muscle. EFFECTS OF EXERCISE ON MITOCHONDRIAL OXYGEN UPTAKE AND RESPIRATORY ENZYME ACTIVITY IN SKELETAL MUSCLE. John O. Holloszy J. Biol. Chem., May 1967; 242: 2278 - 2282.

Women Walking for Health and Fitness: How Much Is Enough?
John J. Duncan, Neil F. Gordon, and Chris B. Scott. JAMA, Dec 1991; 266: 3295 - 3299.

American College of Sports Medicine Position Stand. Appropriate physical activity intervention strategies for weight loss and prevention of weight regain for adults.
JE Donnelly, SN Blair, JM Jakicic, MM Manore, JW Rankin, BK Smith, and American College of Sports Medicine.Med Sci Sports Exerc, Feb 2009; 41(2): 459-71.

Por Rodrigo Ferraz às 22h03

Ir para UOL Ciência e Saúde

Sobre os autores

Ana Carolina Garcia

Graduação em Nutrição - USP, especialista em Nutrição Aplicada ao Exercício Físico pela Escola de EEFE - USP e especialista em Nutrição Humana Aplicada e Terapia Nutricional pelo IMeN. Nutricionista da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Antonio Herbert Lancha Jr.

Graduação em Educação Física – USP Especialização em Fisiologia do Exercício – UNESP Mestrado e Doutorado em Nutrição Experimental – USP Pós- Doutorado em Medicina Interna – Washington University Professor Titular de Nutrição Aplicada à Atividade Física – USP Coordenador do Grupo de Nutrição do Vita Diretor da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Camila Freitas

Graduação em Nutrição - USP

Pós-Graduação em Gastronomia

Responsável pela área de nutrição das academias Reebok (SP)

Nutricionista da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Carla di Pierro

Graduação em Psicologia - PUC SP

Especialização em Psicologia do Esporte - Instituto Sedes Sapientiae

Especialização em Clínica Analítico Comportamental - Núcleo Paradigma

Aprimoramento em Terapia Comportamental Cognitiva - Amban HCFMUSP

Psicóloga da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Desire F. Coelho

Graduação em Nutrição - Centro Universitário São Camilo

Graduação em Esporte - USP

Mestrado em Educação Física - USP

Doutoranda pelo Instituto de Ciências Biomédicas - USP

Aprimorando em Transtorno Alimentar pelo AMBULIM HC-FMUSP

Nutricionista da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Luciana O. P. Lancha

Graduação em Nutrição e Esporte – USP Mestrado em Bioquímica – UNICAMP Doutorado em Ciências Biomédicas - USP Nutricionista da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Luiz Augusto Riani Costa

Graduação em Medicina – UNICAMP

Pós-graduação em Medicina Esportiva e Fisiologia do Exercício – USP

Doutorando em Fisiopatologia – EEFE/HCFMUSP

Diretor Clínico do setor de Cardiologia dos Laboratórios

Diagnósticos da América (DASA)

Fisiologista do Vita

Médico da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Marco D. Leme

Graduação em Nutrição - Centro Universitário São Camilo

Graduação em Eng. de Alimentos - Instituto Mauá de Tecnologia

Nutricionista do Grupo de DOR - IOT HCFMUSP e da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Patrícia Campos-Ferraz

Graduação em Nutrição – USP

Mestrado em Ciências dos Alimentos – USP

Doutorado em Biologia Funcional e Molecular pela UNICAMP

Nutricionista da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Renata C. Sardinha

Graduação em Nutrição - Centro Universitário São Camilo. Nutricionista do Bio Menu Congelados Saudáveis


Rodrigo Ferraz

Graduação em Educação Física - USP

Especialização em Treinamento Desportivo - UNIFESP/EPM

Especialista em Prevenção de Lesão e Treinamento em Pacientes Oncológicos

Preparador Físico da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida